Como funciona a monetização no YouTube

06 de junho de 2016

monetização youtube

Uma das coisas mais bacanas do YouTube é que a empresa é uma das únicas plataforma que divide o lucro com seus criadores. A receita que vem da vendas dos anúncios no serviço de streaming é compartilhada com os youtubers. E não estamos falando só de canais grandes, qualquer criador pode ganhar dinheiro com seus vídeos, basta habilitá-los para a monetização no YouTube.

Existem diferentes categorias de anúncios na plataforma. Os anúncios gráficos são aqueles banners que aparecem à direita do vídeo em destaque e só estão visíveis para quem acessa pelo computador. Os anúncios de sobreposição ficam na parte inferior do vídeo, ocupando 20% do display e que podem ser fechados pelo usuário. Também são comercializados cartões patrocinados, que trazem um conteúdo que contribui com o vídeo e mostra aos espectadores um teaser do cartão por alguns segundos. Por último, os anúncios puláveis e não-puláveis: no primeiro caso, o usuário pode pular o conteúdo publicitário depois de cinco segundos, e, no outro tipo, é preciso assistir todo o conteúdo do comercial, que dura no máximo 30 segundos.

:: Leia também: Apresentação e classificação do canal no YouTube ::

Os anúncios possuem diferentes valores e são veiculados através do AdSense, programa do Google. É só através deste sistema que é possível monetizar os vídeos. Assim, para passar a ganhar dinheiro no YouTube, você precisa criar uma conta no AdSense, pois é através dela que você vai resgatar os lucros que vieram dos anúncios em seu canal.

O programa apresenta algumas pequenas burocracias na hora de criar cadastro, como verificação de endereço. Para retirar o dinheiro é preciso ter acima de US$ 100 dólares na conta. Mas, quando você entra para uma network do YouTube, como a Dia Estúdio, não é preciso se preocupar com nada disso. É a network que recebe a grana direto da empresa nos Estados Unidos e repassa para a os criadores (sem precisar atingir os US$ 100 dólares para retirada).

:: Leia também: O que é proibido no YouTube ::

As marcas devem deixar a monetização no YouTube desativada para não atrair publicidade de concorrentes para o próprio vídeo. Isso evita que no vídeo de anúncio, antes do conteúdo próprio, apareça o produto de outra empresa do mesmo segmento.

Quer saber mais sobre monetização no YouTube? Confira o capítulo completo sobre o assunto no eBook Bota a Cara e Faz.

Download-Ebook-Bota-a-Cara-e-Faz

Bota a Cara e Faz eBook Monetização YouTube youtubers

ASSISTA AGORA

FIQUE POR DENTRO

Cadastre-se e receba conteúdo exclusivo da Dia Estúdio!

Copyright © 2017 Dia Produções
Todos os direitos reservados.